quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

VOCÊ ESTÁ ATRASADO PRO CHÁ!


Uma das maiores bilheterias mundias, a melhor da Disney no Brasil, é Alice no País das Maravilhas de Tim Burton, a grande volta da pequena, não mas tão, ao mundo de sonhos e conflitos malucos. Foi por conta deste livro que li o livro de Lewis Caroll e por algum motivo maluco, como tudo na história, ele é a minha literatura favorita. Mas aqui eu não estou para falar do livro, mas sim da "continuação" dele.


Alice está crescidinha já e entrando para o mundo dos adultos, seu pai se faleceu e o que lhe restara foi apenas sua irmã e mãe, esta que a leva para uma festa de noivado surpresa para a própria Alice, com medo que sua filha nunca consiga achar um bom partido depois de crescer. Porém Alice é o tipo de pessoa que não depende dos outros para viver, ela é uma garota determinada com o que quer.


Antes do pedido de casamento de um dos maiores Lordes da Inglaterra acontecer, Alice descobre que a festa é de seu noivado, e sua nova "sogra" vem dar umas dicas de como se comportar. Enquanto passeiam Alice avista um coelho branco de terno apontando para um relógio de bolso, ela tenta segui-lo, mas o perde de vista.


Chega a hora da proposta , o Lorde todo fresco pede sua mão, e no exato momento o Coelho Branco volta a aparecer, Alice não perde tempo e vai correndo atrás do animal, nesta perseguição ela cai em um buraco e a partir daí as coisas começam a perder o sentido para ela.


O buraco parece nunca acabar, até que ela atinge o fundo, mas está tudo de ponta cabeça, lá há várias portas e uma chave, a única que ela consegue abrir é uma muito pequena para se passar, em uma mesa de centro surge um bolinho que a faz ficar menor, depois um frasco com um liquido que a faz crescer, de qualquer maneira, ela consegue entrar pela a pequena porta.


Alice, uma menina destemida vai se encontrar com um passado esquecido de um Chapeleiro Maluco, uma Rainha cabeçuda cheia de egoísmo, um Lagarto sábio e outra Rainha cheia de amor no coração. Sua missão é matar o grande Jaguadarte da Rainha Vermelha e salvar todo o País das Maravilhas, mas antes ela vai ter que provar que é a Alice que todos esperavam.


Alice no País das Maravilhas é um filme para toda a família, cheio de aventura, personagens fantásticos e uma cenografia impecável (a Direção de Arte e o Figurino do filme ganharam o prêmio máximo do cinema, Oscar). É quase impossível encontrar alguém que ainda não tenha visto este filme

Um comentário:

Marcelo keiser disse...

A direção de fotografia dos filmes de Burton é fabulosa.

Ótima escolha!

marcelokeiser.blogspot.com.br